yauFYffipqizmIomzUIeHzhZCdvHaBAupMGw
 

Pós em Modulação Intestinal e Fitoterapia, onde e porquê fazer?

Quais os melhores cursos em Modulação Intestinal no Brasil? Quais as melhores especializações em Fitoterapia? Como trabalhar na área da Modulação Intestinal e Fitoterapia? Qual o salário de quem trabalha na área de Modulação Intestinal no Brasil? Quanto ganha o profissional especialista em Fitoterapia no Brasil? Veja as principais dicas e informações do segmento.






















1. Quem pode trabalhar Modulação Intestinal e Fitoterapia?


Profissionais formados em Nutrição, Enfermagem, Educação Física, Farmácia que possuam especialização em Modulação Intestinal e Fitoterapia.


2. O que é Modulação Intestinal? e o que é Fitoterapia?


Modulação Intestinal é o estudo da microbiota intestinal, fornecendo conhecimento para criação de um conjunto de intervenções aplicadas ao trato gastrointestinal, com o objetivo principal de reequilibrar as proporções de bactérias que compõem a microbiota. Já a Fitoterapia é o estudo das plantas medicinais e suas aplicações na cura das doenças.


3. Como trabalhar na área de Modulação Intestinal e Fitoterapia?


Nutricionistas, enfermeiras, farmacêuticos e profissionais da educação física podem encontrar trabalho não somente em consultórios de nutricionistas, mas em diversos outros locais, como clínicas particulares, spas, hospitais, etc. Além disso, o profissional estará apto a prestar consultoria, e também pode atuar de forma autônoma e montar sua própria clínica para tratamentos especializados.


4.Tem mercado de trabalho para modulação intestinal e fitoterapia?


A resposta é sim, atualmente, as pessoas buscam por soluções mais saudáveis para tratar doenças, o que explica o foco na saúde intestinal via dietas e uso de plantas com componentes medicinais. Além disso, a área começou a ser explorada mais a finco há pouco tempo, logo, profissionais que optam pela carreira nesse serviço garantem o diferencial de chegar na frente. Além de tudo, em consequência da COVID-19 as pessoas buscam dietas equilibradas visando melhorar o sistema imunológico.


5. E por que são áreas de relevância profissional?


No mundo contemporâneo, devido a grande quantidade de informação, as pessoas buscam constantemente por soluções mais saudáveis para tratar doenças. Além disso, a área começou a ser explorada mais a finco a pouco tempo, logo os profissionais que optam pela carreira nesse serviço garantem diferencial e exclusividade. Além de tudo, em consequência da COVID-19 as pessoas buscam dietas equilibradas visando melhorar o sistema imunológico.


Fitoterapia e estética são aliadas!


A fitoterapia pode ser aplicada ao uso estético podendo atuar em tratamento de acnes, no crescimento capilar, na diminuição da celulite e até mesmo em casos de emagrecimento.


É um mercado muito valioso no mundo todo!


Houve um crescimento no mercado de fitoterápicos no mundo de 7% em 2013, tendo movimentado R$ 1 bilhão por ano desde então, de acordo com projeções do Instituto Brasileiro de Plantas Medicinais (IBPM).


6. Como trabalha o farmacêutico fitoterápico?


Farmacêuticos fitoterápicos realizam pesquisas voltadas ao desenvolvimento tecnológico de produtos relacionados à fitoterapia. Também orientam os profissionais de saúde no uso adequado de plantas e ervas medicinais.


Faixa salarial:

Segundo o site Salário, um Farmacêutico especialista em Fitoterapia ganha em média R$ 4.328,99, sendo profissional com clínica própria o valor pode chegar a R$ 15.000 por mês para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais.


7. Quem pode prescrever fitoterápicos?


Nutricionistas


A prescrição de medicamentos fitoterápicos, de produtos tradicionais fitoterápicos e de preparações magistrais de fitoterápicos, como complemento de prescrição dietética, é permitida ao nutricionista desde que seja portador do título de especialista em Fitoterapia.


As Resoluções CFN 525/20131 e CFN 556/20152 regulamentam a prática da Fitoterapia pelo nutricionista, atribuindo-lhe competência para, nas modalidades que especifica, prescrever plantas medicinais e chás medicinais e medicamentos, produtos tradicionais e preparações magistrais de fitoterápicos como complemento da prescrição dietética.


A prescrição desses produtos exige pleno conhecimento do assunto, cabendo ao nutricionista responsabilidade ética, civil e criminal quanto aos efeitos da sua prescrição na saúde do paciente, considerando as reações adversas, efeitos colaterais e interação com outras plantas, medicamentos e alimentos assim como os riscos da potencial toxicidade dos produtos prescritos.


Farmacêuticos


Existem fitoterápicos que podem ser prescritos apenas por médicos, seguindo regras da ANVISA. Por isso, o farmacêutico pode prescrever fitoterápicos que não sejam tarjados de tarja vermelha e tarja preta, visto que essas categorias exigem não apenas a apresentação da receita médica ou odontológica como também a retenção e registro informação dessa receita. Ademais, o farmacêutico também pode prescrever a planta medicinal.

8. Quem pode prescrever probióticos?


A prescrição de probióticos faz parte da prática do nutricionista e deve estar de acordo com as seguintes legislações: Resolução RDC nº 18/99, Resolução RDC nº 19/99, Resolução RDC nº 2/02, Informe Técnico ANVISA nº 1/2002 e a classificação de alimentos com alegações de propriedade funcionais e / ou de saúde, aprovadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). O nutricionista ainda deve basear sua conduta profissional de acordo com o Código de Ética do Nutricionista (Resolução CFN nº 334/04 alterado pela Resolução CFN nº 541/14). Logo, o Nutricionista é o Profissional habilitado para prescrever probióticos.


9. Onde e Por que se especializar em Modulação Intestinal e Fitoterapia?


Você estará atualizado com a demanda do mercado. E poderá atuar em tratamentos contra ansiedade, depressão, síndrome do intestino irritável, distúrbios alimentares, obesidade e diabetes, e até mesmo o câncer estomacal.


Você sairá 100% habilitado para a prescrição de medicamentos fitoterápicos aos seus pacientes. Manipulados como: Pomada, cápsulas etc., atuando em prevenção ou no trato de enfermidades. E não é necessário realização da prova da Asbran.


Essas são áreas relevantes do setor para que você tenha capacidade técnica de atuar no segmento. Você deve estar pensando: legal, mas isso só é possível para quem puder desembolsar grandes valores. Nada disso. Existem instituições de ensino que ofertam Pós-Graduações na área da Saúde e com um justo custo-benefício, como a Pós-Graduação do Instituto Navigare em Modulação Intestinal e Fitoterapia (link). Vale a pena conferir.

10. Só mais uma dica: Networking é fundamental


O seu sucesso profissional está também diretamente relacionado aos contatos que você cultiva ao longo da vida. Dessa forma, ter uma boa rede profissional de contatos tornou-se algo fundamental nas carreiras. A aproximação com pessoas e a criação do seu círculo social é algo que pode se dar de várias formas: em um curso, na faculdade, no trabalho, na sua igreja, etc.


Um ponto importante: a rede de contatos deve ser alimentada sempre, e não apenas quando você precisa de alguma coisa. Networking não é uma relação onde você só ganha. É uma relação de troca e, às vezes, você tem que dar o primeiro passo. Dificilmente você terá êxito se pensar em apenas ganhar. Ajudar pessoas é a melhor forma de começar.


Outro ponto de destaque é que a máxima “quem não é visto não é lembrado” vale muito. E uma das maneiras mais comuns de fazer isso é nas redes sociais. Mantenha suas redes atualizadas e publique suas participações nos eventos do setor. Ter um bom networking o ajudará a se manter na mente das pessoas quando surgirem novas oportunidades.

Gostou do artigo? No blog da Navigare (link) você pode conferir muitos outros assuntos!

siga nossas redes sociais e fique por dentro das novidades!






Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone LinkedIn
  • Preto Ícone YouTube