Como captar clientes em Arquitetura e Design de Interiores?

March 14, 2018

 

 

1. Seu ambiente de trabalho é o seu cartão de visita!

 

Seu espaço de trabalho é o seu cartão de visita. Não tenha dúvida de que seu cliente analisará sua capacidade como arquiteto com base no que viu do seu escritório. Portanto, seu ambiente de trabalho tem que ser muito bem apresentado. Um cliente dificilmente acreditará na sua capacidade como profissional se for recebido em um ambiente que seja desagradável para ele.

 

Isso não significa que você precise de um escritório de luxo ou investir todas as suas economias nele. Caso você esteja descapitalizado opte por receber seu cliente na empresa ou na casa dele.

 

Atender clientes em suas empresas pode ser uma boa ideia especialmente porque você pode acabar despertando o interesse de outros funcionários dele em contratar seus trabalhos. Caso não seja possível, você pode marcar uma reunião com ele num café ou mesmo em um espaço de coworking. Em todas as hipóteses, passar uma boa primeira impressão é fundamental!

 

 

2. Tenha um portfólio em seu site ou blog

 

É fundamental que seu trabalho esteja facilmente acessível para seus clientes. Embora isso possa parecer evidente, muitos arquitetos e design de interiores quando solicitados pelos clientes não conseguem apresentar seu portfólio de maneira ordenada e clara. É importante que você tenha um site ou blog, e que seus melhores trabalhos estejam nele apresentados. Uma sugestão: segmente seus projetos no site ou blog de acordo com o tipo de ambiente.

 

Isso transmitirá a ideia de que você veio preparado para uma reunião com seu cliente, mesmo que ela tenha sido marcada em cima da hora. Permite ao cliente, inclusive, conhecer seu trabalho antes mesmo de conhecê-lo pessoalmente.

 

Tenha memorizado não apenas as ilustrações em si, mas as dificuldades e desafios que tiveram que ser superados para que você tivesse sucesso para realizar aquele projeto. É seu trabalho conhecer seus produtos e tê-los todos na ponta da língua. Mostrar a sua capacidade como profissional é algo fundamental!

 

 

3. Esteja nas Redes sociais!

 

As redes sociais são um prato cheio para os arquitetos e design de interiores apresentarem seus trabalhos. Facebook e Twitter são importantes, mas as plataformas sociais mais utilizadas são o Instagram e o Pinterest. Caso queria uma abordagem mais corporativa há também o LinkedIn.

 

No Instagram e no Pinterest você pode abusar das fotos e dos vídeos. No Instagram você pode utilizar o Stories para dicas rápidas e chamadas para alguns eventos. Captar clientes de arquitetura e design de interiores por intermédio dessas redes sociais são hoje uma prática da qual não se pode abrir mão.

 

Ter uma fanpage no Facebook também pode ser uma boa ideia. Embora os arquitetos tenham o Instagram ou Pinterest como plataformas preferenciais, é possível que seu cliente não tenha contas nelas. Então, estar no Facebook também é importante para você. Caso contrário, você pode deixar este cliente sem acesso direto ao seu portfólio. Não adianta você ter um excelente Instagram se seu usuário não está presente nesta rede.

 

Tome cuidado também com as “métricas do ego”. O fato de você ter muitos seguidores não significa que você terá muitos clientes. É importante que grande parte de seus seguidores sejam clientes potenciais de fato e não apenas “números”. Observe se seus posts estão gerando de fato engajamento. Transformar curtidas em clientes é uma questão fundamental. Portanto, foque no resultado final e não apenas em números.

 

 

4. Desenvolva boas parcerias

 

É fundamental sempre manter um bom relacionamento com seus fornecedores. Eles podem lhe indicar bons clientes e você fornecer demandas para eles. Pode acontecer do cliente conhecer a mais tempo um fornecedor seu do que a você. Nesse caso, se você nutre uma boa relação com seu fornecedor, você pode ser o primeiro nome que vem a mente dele.

 

Se você conhece um arquiteto que reside em outra cidade, uma parceria pode ser proveitosa para os dois, na medida em que ele indica você para trabalhos na sua cidade e você indica ele para trabalhos na cidade dele. Unir forças pode ser uma boa saída. Ser leal aos seus parceiros é um princípio que lhe renderá muitos frutos no futuro.

 

Desenvolver parcerias também é uma excelente maneira de conquistar novos clientes e manter os antigos. Parcerias para indicação de obras, para realização de um mesmo evento em duas cidades distintas, para exposição de marca em troca de apoio na divulgação de um evento. Enfim, são várias as possibilidades. Isso pode ajudar você a virar referência e ter autoridade em um determinado assunto. Ofereça algo de valor. Não foque apenas em pedir algo.  

 

 

5. Participe de eventos não apenas como ouvinte

 

Participe de eventos de sua área de atuação não apenas como ouvinte, mas também como palestrante ou organizador. Você pode se oferecer para dar palestras sobre um nicho que você se sente mais confortável para falar. Cursos e Workshops gratuitos para universitários também são um bom caminho para quem quer construir seu nome no mercado. Esteja sempre em público. Você deve fazer disso um compromisso permanente da sua agenda, e não algo esporádico.

 

É importante que você esteja também em eventos que não são da sua área. Sim, pois lá podem estar potenciais clientes seus. Então, participe também de eventos de advogados, médicos e empresários, para citar alguns exemplos. Arquitetura e Design de Interiores para escritórios de advocacia, clínicas médicas e empresas são um prato cheio para seu portfólio.

 

Fazer seus próprios eventos também é uma boa alternativa. Pode, inclusive, ser um Workshop online, transmitido pelo Instagram ou pelo Facebook. Você pode começar online e, assim que tiver formado sua base de ouvintes, fazer um evento presencial.

 

6. Participe de concursos públicos

 

Existem inúmeros concursos de arquitetura e design de interiores no Brasil e no Mundo. Além de revelar novos talentos e promover o networking, eles ajudam a unir grandes marcas e novos profissionais. Uma oportunidade e tanto!

 

O site Arch Daily, por exemplo, divulga uma lista de concursos que ocorrem em todo o mundo para arquitetos e design de interiores. Em geral, as inscrições são gratuitas e os prêmios tentadores. Outro exemplo é o site Projetar.Org. Vale a pena visitá-los.

 

Os concursos, ao mesmo tempo em que proporcionam que arquitetos explorem seu potencial e desenvolvam suas habilidades, são também uma vitrine para o mercado de trabalho, expondo as propostas desenvolvidas e propiciando a descoberta de novos nomes.

 

Mesmo que você não vença o concurso, você estará treinando e formando sua equipe. Se for o vencedor, melhor ainda!

 

 

7. Invista em você!

 

Você será um estudante pelo resto da sua vida. Se você fará isso através dos caminhos acadêmicos ou será um autodidata, a opção é sua, mas parar de estudar não é uma opção viável no mercado de hoje. O mercado atual espera contar com profissionais que busquem o autodesenvolvimento o tempo todo.

 

Fazer uma Pós pode ser uma boa saída. Mas, não apenas para ter um certificado que ficará guardado na sua estante. A escolha de um boa Pós-graduação devem ter por base 3 coisas: 1) professores que sejam formadores de opinião nos seus setores; 2) uma turma composta por profissionais que já atuem na área, permitindo um forte networking entre os alunos e 3) disciplinas alinhadas com a prática do mercado.

 

Você deve estar pensando: legal, mas isso só é possível para quem puder desembolsar grandes valores.

 

Nada disso!

 

Existem instituições de ensino que ofertam Pós-Graduações em Arquitetura e Design de Interiores nesse nível e com um justo custo-benefício, como o Instituto Navigare.

 

Sabe por que mais investir em si mesmo é importante? Veja a próxima dica!

 

 

8. Networking é fundamental!

 

O seu sucesso profissional está diretamente relacionado aos contatos que você cultiva ao longo da sua vida. Dessa forma, ter uma boa rede profissional de contatos tornou-se algo fundamental nas carreiras.

 

A aproximação com pessoas e a criação do seu círculo social é algo que pode se dar de várias formas: em um curso, na faculdade, no trabalho, na sua igreja etc.

 

Sua rede de contatos deve ser alimentada sempre, e não apenas quando você precisa de alguma coisa. Networking não é uma relação onde você só ganha. É uma relação de troca e, às vezes, você tem que dar o primeiro passo. Dificilmente você terá êxito se pensar em apenas ganhar. Ajudar pessoas é a melhor forma de começar.

 

Outro ponto de destaque é que a máxima “quem não é visto não é lembrado” vale muito. E uma das maneiras mais comuns de fazer isso é nas redes sociais. Mantenha suas redes atualizadas e publique suas participações nos eventos do setor. Ter um bom networking o ajudará a se manter na mente dos profissionais do setor quando surgirem novas oportunidades.

 

Quer receber o nosso e-book gratuito Como captar clientes de Arquitetura ou Design de Interiores? Basta clicar no link e baixar. 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Instagram ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • YouTube ícone social

Navigare (Matriz)

Ed. Pátio Jardins, sala 412, Altos do Calhau,

São Luís – MA. CEP. 65074-220 (98) 3199 - 0290